sábado, 20 de abril de 2013

Canção

Sentado, escrevo esta canção
Ritmada ao compasso da palma
Acompanhada nas cordas do violão
Pela palheta suja, louca d'alma

Notas desconsertadas em poema
Compõe dominó de pedras gastas
Alinhadas na ordem do tema
Rubricam autor de palavras castas

Receio vocábulos, significado vadio
Cantadas na boca d'algum calão
Deixadas na água, evaporam no rio
Nascem novas enquanto canção

Juntas, musica compõe melodia
De letra culta, tenra de infância
A idade é curta parece sinfonia
Assinada com o cheiro a frangância

Sem comentários: